AVENTURA CANADENSE: Site de Compra e Venda de Produtos Usados canada ganso à venda

AVENTURA CANADENSE

quinta-feira, junho 06, 2013

Site de Compra e Venda de Produtos Usados

 
 
Tem um site muito conhecido e usado por aqui para se comprar e vender coisas usadas chamado Kijiji: http://edmonton.kijiji.ca/. Eu sou freguesa dele especialmente para vender coisas que nao usamos mais, seja porque os meninos cresceram e nao se interessam pelos brinquedos, ou porque era coisa de bebe, ou porque paramos de usar.


Nesse site tem toda qualidade de coisa, umas bem novas, outras mais ou menos e outras que estao mais para lixo. Umas com preco bom, outras nem tanto.

Pelo site as pessoas vendem de casa e carro a coisas de bebe, brinquedos, roupa, sapato, coisas de csa e tudo mais.

Eh super facil para usar, nao se paga nada. Para comprar eh so contactar quem esta oferecendo alguma coisa que voce queira, fazer oferta, combinar dia e horario pra pegar e pronto. Compra feita. As pessoas aqui nao tem vergonha de comprar coisas usadas, o que pode ser mesmo uma grande vantagem ja que se compra coisa nova bem mais barato que o preco de loja.

Para vender eh so fazer um cadastro e publicar foto e detalhe do que se esta vendendo, nao se paga por isso tambem. Facil assim. O bom eh que muita gente esse site e coisas que se voce saisse oferecendo nao aparecer nenhum interessado, assim aparece mesmo. Tem sempre alguem em algum lugar querendo o que voce nao quer mais ;-) Acredite! Eu ja vendi muita coisa nele, vale mesmo a pena. Estou postando abaixo fotos de algumas ds coisas que vendi.

Eh isso.

[]s Silvia

Antigo parquinho dos boys

Mesa do trem de madeira. Thomas the train

Cama do filme dos Carros

Cadeiras da bancada da cozinha

Moises de bebe

Carrinho de crianca

5 comentários:

Célia Jordão Alves disse...

É muito bom mesmo poder usar este tipo de serviço. Estou a usar serviços idênticos aqui em Portugal para vender o que não posso levar para o Canadá e que não quero deixar dentro da casa que vou deixar alugada.

janines2fabinhu disse...

Olá, gostaria de saber se existe escolas para crianças brasileiras em vancouver, pois minha nenem tem 4 aninhos e ja estuda, e me mudarei para ai ano que vem, e tenho muito receio de ela ter problemas em escolas por não falar inglês.. grato

email fabinhudamatta@hotmail.com
Facebook fabio gonçalves da mata

Rebeca disse...

Meu sonho é morar em toronto tenho 14 anos e ja vou começar a organizar tudo para ir estudar ai ja rsrsrs'

Anônimo disse...

www.barganhou.la

Play ao Cubo disse...

Bom dia,

Sou Brasileiro indo pra o Canadá!
Como é para alugar um apartamento ou casa?
Qual é mais barato e em qual província ?
Obg!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

canada ganso à venda

canada goose ladies parka
canada goose london
canada goose victoria

Especialidades

Especialidade de estudo da natureza


Algas Marinhas -  L

1. O que são algas marinhas? As algas marinhas pertencem ao grupo geral de plantas chamadas Thalophyta. Quer dizer, que não tem sistemas vasculares (para conduzir alimento ou água). Não tem raiz, nem talo, nem folhas. Não produzem flor, nem semente, nem fruto. O sistema reprodutor é caracteristicamente unicelular (reprodução ocorre por divisão celular, ou seja, assexual).
2. Onde são encontradas? Há 10 classes ou grupos gerais de algas, mas trataremos das 4 mais fáceis de reconhecer. Estas se encontram nos mares do mundo, desde a superfície até uns 60 metros de profundidade. Muitas se encontram nas costas rochosas agarradas nas pedras ou espalhadas pelas praias, tendo sido “desterradas” por tormentas ou alguma rede pesqueira.
3. Como se chama o órgão de fixação ao substrato? Como difere-se de uma verdadeira raiz? Como notaram as algas estão firmemente apegadas às rochas, mas temos dito que não tem raízes. Esta parte se chama Hapterio, Rizóide, ou Disco Adesivo. Tem a característica de uma raiz, mas não absorve água para o uso da planta, sendo sua função a de manter a planta grudada à rocha.
4. Qual a variação de tamanho das algas marinhas? As algas variam em tamanho, segundo as células microscópicas há plantas unicelulares "Colonias gigantes" de até 20 metros de comprimento.
5. Dar o nome de quatro grupos de algas marinhas, indicando, ao lado do nome de cada grupo, se é unicelular, pluricelular ou ambos.
Nome científico Nome comum Estrutura Cianophyta Algas azul-verde Unicelular (1.500 espécies) Chlorophyta Algas verdes Ambas (6.000 espécies) Phaeophyta Algas pardas Multicelular (2.000 espécies) Rhodophyta Algas vermelhas Multicelular (4.000 espécies)
6. A maioria das algas verdes são encontradas em água doce ou salgada? 90% vivem na água doce. São plantas bem simples, praticamente sem estrutura especializada. Em água salgada preferem pouca profundidade. Uma bem conhecida é a Alface do mar, tem talo foliáceo verde brilhante e se usa em saladas.
7. Que são diatomáceas? As diatomáceas são um grupo de algas muito valiosas mas microscópicas, por isso trataremos apenas superficialmente sobre elas. São algas unicelulares cobertas por uma "caixinha" de sílica. Quando a alga morre, a sílica não se decompõe, assim sendo estes "esqueletos" vão se acumulando no fundo dos lagos e de baías, às vezes chegando a medir uns 300 m de espessura. Isto é escavado e usado em filtros, isoladores, cera ou polidores, e recentemente como inseticida dessecante. Há provavelmente mais de 10.000 espécies descobertas até agora.
8. Onde as algas se desenvolvem mais: na zona polar, temperada ou tropical? As algas crescem bem em toda zona do mar, dependendo da espécie. Há mais variedade nos mares tropicais, mas há uma alga especialista das zonas glaciais nas montanhas mais altas.
9. Onde são mais comumente encontradas as algas marrons: em água doce ou salgada? Quase todas são marinhas e abundam nas costas frias.
10. Qual a maior profundidade em que crescem as algas no oceano? Por que não se desenvolvem em águas mais profundas? As algas verdes que se encontram na superfície, em lagunas baixas, ou em zonas com acesso ao sol. As algas pardas podem crescer, todavia a uns 25 metros de profundidade por ter pigmentos que lhes permitem absorver luz fraca. As algas vermelhas são as que vivem em maior profundidade. O pigmento vermelho lhes permite absorver os raios azuis violetas que são os que penetram no profundo oceano. Isto permite que estas algas existam até 60 ou 70 m de profundidade. Mais que isso já não há suficiente luz para permitir vida botânica.
11. Nomear três partes de uma alga de grande porte. Como podem ser comparadas à folha, caule e raiz de uma planta? Haptério : Tem a função de uma raiz ao firmar a planta à rocha, mas não de condutor de alimentos.
Estipite : Tem aparência de talo e serve para ramificar ou estender a planta, mas não tem células condutoras.
Fronde : E a extensão da planta. Em alguns casos tem aparência de folha, em outros se parece a uma grama e em outras como ramas secas ou com bolhas de ar. Nestas posições se encontram as células reprodutoras, mas ao observador de perto se nota que não contém as veias de condução como têm as folhas de plantas terrestres. Na realidade se pode descrever uma alga como uma colônia de células que trabalham independentemente para seu sustento, e em conjunto para sua proteção e estabilidade.
12. Descrever as duas formas de reprodução das algas. a) Assexual: Uma célula se modifica, se separa da planta e rebenta permitindo a saída de zoosporos.
b) Sexual: Algumas células desenvolvem o "ovo" e outras desenvolvem "espermas" e ao fertilizar-se formam novas plantas. Uma planta produz os dois tipos de células e as novas plantas amiúde crescem durante algum tempo apegando-se à planta parente.
13. Quais são algumas das vantagens comerciais oferecidas pelas algas? Dar pelo menos uma para cada grupo. Algas Rhodophytas: Algumas espécies servem de alimento humano, outras produzem agar - substância importante nos laboratórios de ciência para cultivo de bactérias. Algas Phaeophyta: Estas produzem ácido algírico usado em alimentos para ficarem cremosos, como sorvetes e pudins, na medicina e em tintas. Algas Chlorophyta: Algumas deste grupo recém estão sendo cultivadas em jardins artificiais para a produção de alimentos especiais, úteis para astronautas.
14. Fazer uma coleção de pelo menos 20 espécimes de algas marinhas identificadas e catalogadas corretamente. Deve haver pelo menos quatro espécimes do grupo das algas marinhas verdes, oito das marrons e oito das vermelhas. NOTA -  A coleção se deve fazer da seguinte maneira: Ir até a praia com uma balde e uma faca. Encher o balde com água do mar e usar a faca para tirar as algas das rochas: coloque a alga no balde. Quando tiver várias ir até em casa e conseguir uma bandeja e algumas folhas de papel grosso. Colocar água na bandeja, logo uma das algas e colocar em ordem como se deseja ser visto na folha de papel. Com cuidado passe a folha de papel sob a alga e levante. Permita que se seque durante 2 dias aproximadamente, se for necessário pode ser usada fita durex para prender a alga no papel, mas a maioria não precisa. Muitas vezes podem aparecer alguns pequenos invertebrados na água coloque em um frasco com álcool para logo fazer a especialidade de Invertebrados Marinhos. Para identificação, se necessitar livros, consulte a biblioteca ou livraria nas proximidades (Universidade ou Colégio Superior).
15. Ser capaz de identificar pelo nome genérico, pelo menos dez tipos de algas marinhas. Essa é com você.
Anfibios -  J

1. Quais as características dos anfíbios? Os anfíbios são animais de duas vidas, uma na água quando girinos, outra na terra quando adultos. Quando estão na água, respiram por meio de brânquias, e na terra por meio de pulmões.
2. Dar o nome das duas principais ordens de anfíbios e  saber   distinguir entre elas. a) OS ANUROS (sapos, pererecas e rãs): Cada um tem quatro pernas, não possuem cauda. b) OS URUDELOS (salamandras): Tem a pele furta-cor, quatro patas e cauda.
3. Distinguir entre sapos e rãs Sapos - Pele rugosa e possui glândula de veneno. Possuem pernas curtas e pulam em pequenas distâncias. Rãs -  Pele lisa e úmida e sem glândula de veneno. P ulam alto e distânte por terem as pernas mais compridas.
4. Como os anfíbios se protegem? Tem a cor do ambiente onde vivem. As rãs saltam para o fundo d’água, se escondem também no lodo. As pererecas vivem escondidas atrás das prateleiras ou atrás do lavatório nos banheiros. Os sapos se intrometem nas moitas e buracos.
5. Fazer uma  lista  de anfíbios que  podem  se r  encontra dos  em sua  região . Identifique cinco deles ,  e dizer onde os encontrou, ou colecionar fotografias ou desenhos de cinco anfíbios diferentes que você seja capaz de identificar e dizer onde podem ser encontrados. Item prático.
6. Descrever o ciclo de vida de alguns anfíbios. Item prático.
7. Explicar o valor econômico dos anfíbios. Os anfíbios tem grande valor para os agricultores, porque comem insetos nocivos. Não devem   malt r at a -los ou tirar-lhes a vida.
8. Onde  a s  rãs  passam o inverno ou a estação seca? Os anfíbios passam o inverno escondidos, por terem o sangue frio. Hibernam quando desce a temperatura. No verão ou já na primavera, ao esquentar o tempo, eles saem dos esconderijos e reúnem-se para a festa das núpcias. Os sapos dormem de dia e saem a noite para se alimentar. 
9. Identificar  duas  espécies de rãs pelo s  so ns  que emitem, ou imite o s  so ns  de duas espécies de rãs. Os sapos coaxam: du...du...du...du..., a perereca: roque.. roque...roque..., A rã preta e esverdeada: foi...foi...
10. Como as rãs e os sapos coaxam? O que faz com que o s  so ns  seja m  tão forte s ? Os sapos e as rãs, depois da hibernação, formam uma orquestra ou coral na primavera. Só os machos cantam ou coaxam, as fêmeas escutam porque a festa e para elas. Quando eles coaxam, a bolsa de ressonância infra; conforme a espécie, as vezes fica debaixo do queixo e as vezes fica perto da boca.
11. Fazer um dos itens a seguir: a .  Observar um anfíbio para descobrir: 1 )  onde e quando dorme 2 )  quando sai da toca para buscar alimento 3 )  qual a sua rapidez 4 )  que distância é capaz de saltar, e tantas coisas interessantes quanto for possível descobrir. Ou, cuidar dos ovos de rãs num aquário,  e observá-los  até que se transformem em girinos. Ou, escrever um trabalho falando sobre os detalhes exigidos na primeira parte deste item. b .  Cuidar dos ovos de anfíbios e observar seu ciclo de crescimento .
Animais Domésticos -  K

1. Distinguir entre cavalos de tração e de corrida. 0 cavalo de tração precisa ser forte, então é dotado de músculos mais espessos, tornando-o mais robusto e corpulento. O cavalo de corrida deve ser leve e mais magro, para poder melhorar o impacto com a resistência do ar e correr melhor, portanto é mais esbelto, mais delgado, mais comprido. Para corridas a raça indicada é o puro sangue Inglês.
2. Identificar a partir de fotos ou observação e dar a altura, peso, cor e disposição de pelo menos três dos cavalos a seguir: normando, belga, apoloosa, árabe, mangalarga e crioulo.
a) 0 cavalo Normando é forte, grosso, tem o peito largo, a altura até a cernelha e de 1.72 cm,  é cavalo de tração, garupa dupla e cor negra.
b) 0 cavalo Belga de tração atinge 1.70cm de altura, a pelugem é ruã ou alazã. Possui um porte belo e firme.
c) 0 apoloosa é de 1.70 cm, pesa 700 a 800 Kg. tem a cabeça quadrada, olhos vivos, garrotes direitos, garupa ovalada, a pelugem varia de castanho e baio.
d) Cavalo árabe - pelagem baia, cavalo de montaria, fogoso e esbelto com altura de 1.65 cm.
3. Citar quatro características físicas da mula. Quatro características de uma mula: cabeça grande, orelhas compridas e moveis, corpo mais curto do que o do cavalo, e sisudo e tem a mania de ser baba de tirar as crias das éguas quando estas são novinhas. Possui o passo firme, e prudente, não passa o pântano ainda que a matem. É boa para montaria e para viajar.
4. Identificar um burro – a partir de foto ou observação ao natural. Mencionar o tamanho, cor e utilidade.
O burro tem as mesmas características da mula. Serve de tração, é híbrido. Serve para carga e tração. Mede 1.60 cm. Pelagem fina serrada, da cor castanha; exibe uma lista negra no fio do lombo da espádua ate a cauda, e outra na espádua. Passa em lugares onde o cavalo não consegue passar.
5. Identificar em foto ou ao natural quatro tipos de gado leiteiro e quatro tipos de gado de corte.
Leiteiro – Holandesa, Jersey, Guernsey e bubalinos em geral. Corte – Nelore, Girolano
6. Conhecer as qualidades de produção de leite das raças Jersey, Guernsey e Holandesa. Jérsei  –  de pequeno tamanho, resistente ao calor, muito usada em regiões tropicais. Guernsey  – vindo de uma ilha britânica, resistente ao frio, pouco utilizado em nossa região. Holandesa  – estatura grande, produz grande quantidade de leite. É branca malhada de preto ou vermelho.
7. Diferenciar entre as cabras Angorá e leiteiras. Mencionar a cor distinta de pelo menos três cabras, tais como a Saanon, Toggenburg, Nubiana e Mambrina. NOTA – As cabras Angorá têm o pelo longo, sedoso e macio, enquanto que as leiteiras tem o pelo mais curto. Faça uma lista das cabras encontradas em sua região. Pode-se substituir alguma das que estão acima por outra que seja mais presente em sua localidade. No Brasil encontramos a Marota e Canindé. Além da Toggenburg (raça suíça, com pelos longos e sem chifres). Fale sobre suas cores no relatório.
8. Identificar a partir de fotos ou ovelhas ao natural, e citar a produção de lã e carne, tamanho, traços peculiares e aparência geral, de três raças de ovelhas, tais como Merino, Ramboilet, Hampshire, Sufolk e Lincoln. NOTA – Faça uma pesquisa e, se possível, cole as fotos ou recortes de revistas num álbum onde você possa falar sobre as características de cada raça de ovelha escolhida.
Aracnídeos -  K

1. Fazer uma das opções a seguir: a.   Colecionar, identificar e preservar, pelo menos, 16 espécies de aranhas (Os vidros de cada espécime devem conter uma etiqueta com o local e data de captura, e o nome da aranha). b. Fazer desenhos coloridos de, pelo menos, 16 espécies de aranhas, em tamanho natural ou maior, e com as cores naturais. Etiquetar cada uma com o seu respectivo nome. c. Tirar fotos coloridas de, pelo menos, 16 espécies de aranhas. Identificar cada uma em termos de local e data da foto, e nome da aranha.
2. Qual o maior membro da família das aranhas? Caranguejeira. É mansa e não tece teia. Alguns dizem que é a tarântula a maior, mas é um conceito antigo.
3. Escrever uma descrição (quarenta palavras) de uma aranha que ganhou notoriedade em sua região. NOTA - Vamos falar da viúva-negra: A aranha mais perigosa é a vulgarmente conhecida por Viúva-Negra, do Gênero  Latrodectus   nactana  e da família Tiridídeos; com variedades espalhada no mundo inteiro que ocorre no Brasil, do Sul até o Rio de Janeiro. A Viúva-Negra é fiandeira, tem o corpo arredondado com pernas longas, com manchas nos lados e embaixo no abdome. Sua picada pode matar se não cuidarmos.
4. Apresentar três formas pelas quais as aranhas diferem dos insetos. As aranhas tem 4 pares de patas, não tem antenas, não tem asas, possuem 6 a 8 olhos e têm o corpo dividido em 2 (cefalotórax e abdômen). Os insetos diferem por possuírem 3 pares de patas, 1 ou 2 pares de antenas, 1 a 2 pares de asas, 2 olhos (geralmente) e o corpo é dividido em 3 (cabeça, tórax e abdômen).
5. Fazer um desenho (cerca de ¼ do tamanho natural) de uma teia esférica. NOTA - Não pegue livros, procure uma bonita teia na natureza e a desenhe, ficará muito original!
6. Que outros tipos de teias existem além da teia esférica? Em forma de labirinto, funil, aquática, triangular, copo e prato, etc. A teia de aranha, por ser muito fina, e utilizada na Cruz de Mira, do campo visual dos instrumentos óticos.
7. O que as aranhas comem? Fazer uma lista das vitimas encontradas nas teias de aranha.
As aranhas são carnívoras, sendo que a maioria se alimenta de insetos e pequenos artrópodes. Há uma espécie que vive dentro da água e se alimenta de larvas aquáticas. Há outras maiores que chegam a caçar aves e peixes. Somente as menores fazem teias, para pegar pequenos artrópodes.
8. Para que é útil uma teia de aranha? Guiar a aranha no caminho de volta para casa, ninho para proteger a cria, casulo para os ovos, armadilha para conseguir alimento e ponte para ir de um lugar para o outro.
9. Encontrar duas referências bíblicas às aranhas e suas teias. Em Jó 8:4; Jó 27:18 e Isaías 59:5
10. Quais os principais inimigos das aranhas? Os maiores inimigos das aranhas são as vespas e as aves. Mas, por destruir seu habitat e querer matar toda a aranha que encontra, o homem tornou-se um grande predador também. 11. Como as aranhas nos ajudam, e como nos prejudicam em nossas propriedades? A maioria das aranhas é muito útil. Elas eliminam os insetos que podem ser prejudiciais, como mosquitos e baratas causadores de doenças e traças que estragam nossos pertences. Sendo um grande predador de insetos, equilibra o meio ambiente.Elas só atacam se forem ameaçadas. As aranhas grandes tem um veneno insignificante, pois se garantem na força, já as menores têm veneno que podem ser letal. No Brasil apenas 3 são perigosas: armadeira, viúva-negra e aranha-marrom. Não mate aranhas. Apenas as evite.
Arbustos -  J

1. Anotar três características dos arbustos, que os distinguem das árvores e ervas. Por que uma parreira às vezes é considerada arbusto? Diferem-se principalmente pela condição e o modo de crescer do talo. Geralmente, árvores têm um só tronco de madeira até a altura onde começam os galhos, as plantas tem talos fracos que não suportam muita altura de planta, e os arbustos são intermediários, tem talo mais como madeira e suporta maior crescimento, mas é de base múltipla. Também plantas geralmente crescem até uns 2 metros, arbustos até uns 4 metros e árvores de 4 pra cima. A parreira é uma trepadeira, mas cultivada a formam como arbusto.
2. Dar o nome de três importantes alimentos silvestres ou cultivados encontrados em arbustos de sua localidade. Dar o nome de um arbusto que produz castanhas comestíveis. Caju, Framboesa e Gengibre. A castanha de caju é muito difundida no Brasil e exterior.
3. Mencionar dois arbustos cultivados e dois silvestres de sua localidade, que produzam flores vistosas. Hibisco, Caliandra, Flor Abacaxi e Primavera.
4. Em que época floresce a maioria dos arbustos: na primavera, verão ou outono? Dar o nome de um arbusto que floresce antes das folhas aparecerem. Assim como as outras plantas, os arbustos florescem na primavera, estação caracterizada pela diversidade de cores proveniente das flores. Um arbusto que floresce antes das folhas aparecerem é o  Abotilum  laranja.
5. Que arbusto parasita, muito usado para decoração de interiores, cresce nos galhos mais altos de diferentes tipos de árvores? NOTA – Arbusto parasita é aquele que se prende a alguma árvore, mas você percebe pelas folhas distintas. A trepadeira não é um arbusto.
6. Dar o exemplo de um arbusto cujas folhas mudam de cor no outono, passando de verde a amarelo, alaranjado ou vermelho. NOTA – Este item deve ser realizado segundo a região em que você mora. Pesquise qual é o arbusto.
7. Observe algum arbusto que esteja florido e relacionar a maior quantidade de insetos possível (pelo menos três) que venham buscar pólen ou néctar nas suas flores. Item prático. NOTA - O arbusto bico-de-papagaio é alvo de aranhas-de-jardim e cochonilhas.
8. De que arbusto os pássaros preferem comer as frutas ou sementes? Mencione um arbusto cuja flor atraia os pássaros. Os arbustos com flores de cores vibrantes chamam a atenção dos pássaros. A camélia é bem atrativa a eles.
9. Em que arbustos os pássaros preferem construir seus ninhos? Nos arbustos mais densos, de difícil acesso a predadores, de preferência os mais altos.
10. Reunir, preservar e identificar corretamente as flores, folhas, sementes, vagem de sementes ou ramos com botões de dez arbustos silvestres. Item prático.
Obs. Alguns arbustos: Alpina Purpurata -   Bastão do Imperador  -  Bella Emilia - Bico-de-papagaio - Cana-do-brejo - Costela de Adão - Dombeya - Heliconia - Heliconia psittacorum - Heliconia rostrata - Malvaviscos - Pitósporo
Areia -  J

1. Fazer uma coleção de 30 variedades de areias coloridas e dar o nome da localidade de  onde as tirou. (Observação: Leve saquinhos pequenos, um lápis e uma pequena colher ou concha para retirar a areia. Apresentar em pequenos vidros/garrafas). NOTA - É muito interessante fazer coleção de areia. É só. arranjar vidrinhos vazios, enchê-los com diversos tipos de areia. Tenho uns quarenta vidrinhos com areia e praticamente não tem uma igual a outra. São de diversos tons. Areia é uma substância ou pulverulenta que se acumula nas praias, no leito do rio. São Constituídas de qrãos de quartzos. Areia fina e grossa, monazitas e elmotita , zarconitas e granadas. Alguma contém ouro e prata.
2. O que significa a palavra areia? Dar o nome de dois tipos de areia. Areia vem da do latim arena, que representa um conjunto de pequenos grânulos juntos. Como exemplos de areia temos a monazítica, argilosa e calcária.
3. Apresentar a origem da areia e seu conteúdo mineral. É uma substância mineral em minúsculos grânulos ou em pó, resultante da degradação de rochas silicosas ou fragmentos minerais, através do vento, água ou demais agentes de erosão.
4. Qual a diferença entre a areia e o solo? A areia é o conjunto de pequenos grânulos minerais. O solo é composto por materiais bióticos (que tem vida, como vegetação e invertebrados) e abióticos (que não tem vida, como areia, terra e água).
5. O que o tamanho do grão de areia, seu formato, superfície e sua fragmentação querem dizer? Por ser um material mineral sujeito às intempéries do ambiente, as rochas se fragmentam. Dependendo da sua origem mineral, ela pode fragmentar-se com menor ou maior facilidade, resultando em tamanhos maiores ou menores, o que depende também do fator clima e acidentes ambientais. Portanto, tanto o formato, quanto o tamanho, superfície e fragmentação se relacionam com o clima, ambiente e acidentes.
6. Definir e explicar a utilidade de cada uma: a. Glacial - Areia das geleiras b. Calcária - Contém grânulos de natureza calcaria c. Areia movediça - Areia muito fina, saturada de água, não suporta peso. Se alguém pisar nessa areia afunda e debatendo-se, está perdido. Outra areia movediça é aquela movida pelo vento formando duna d. Areia para fazer vidros - É utilizada na fabricação de vidros; é usada como fonte de sílicas na fabricação de cerâmica e. Areia de modelagem - É empregada na preparação de concretos e para moldes de metais em fusão f. Areia de polir - É usada em maçaricos especiais para fins de corrosões sobre superfícies de metais; serve para limpar peças de fundição, superfícies oxidadas e renovar pinturas velhas; arear panelas g. Areia para construção - Usada no concreto e no reboco h. Areia para filtragem - Usada para os grandes filtros para a purificação da água i. Areia para fornalha - Usada nos fornos para conservação do calor j. Areia de praia - Os ventos brincam com elas transportando de um lado para o outro formando dunas
7. Examinar cinco tipos de espécimes de areia com lentes de aumento, e observar as várias características. Item prático.
8. Memorizar Gênesis 22:17 e Provérbios 27:3. Gênesis 22:17 – que deveras te abençoarei, e grandemente multiplicarei a tua descendência, como as estrelas do céu e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos. Provérbios 27:3 – Pesada é a pedra, e a areia também; mas a ira do insensato é mais pesada do que elas ambas.


Árvores -  J

1. Descrever as diferenças entre árvores e arbustos. A árvore tem tronco único e crescem mais do que 2 metros. Os arbustos têm múltiplos troncos e não passa de 2 metros de altura, em média.
2. Juntar e identificar folhas típicas de 15 espécies diferentes de árvores. Coloque-as esticadas, secas e com o devido rótulo num caderno apropriado, ou em folhas de papel do mesmo tamanho. Nota – As folhas devem ser colocadas em uma folha de papel com os seguintes dados na etiqueta: data de coleção, nome da arvore, local de coleta e quem coletou. Seque as folhas para não estragar seu trabalho.
3. Conhecer de memória seus espécimes e ser capaz de identificar espécimes semelhantes no campo. Item prático.
4. Mencionar dois exemplos de cada árvore citada e explicar: a . para o que são usadas b. ambiente em que crescem c . alguma característica específica d . região geográfica onde é encontrada e . as primeiras pessoas a descobrirem e descrever cada uma das árvores
1ª)  Seringueira  – usada para tirar látex e fazer borracha, crescem em ambiente tropical, na região da floresta amazônica, tem seiva leitosa e pequenas flores, os primeiros a encontram foram os bandeirantes. 2ª)  Pinheiro  – usadas como árvore de Natal e lenha, crescem em ambiente subtropical a frio, em todo o mundo. São coniforme e de madeira fibrosa. Não há relatos de quem encontrou o pinheiro.
5. Mencionar o nome comum e explicar a diferença entre duas grandes classes de árvores. Algumas famílias de árvores são: simarubáceas (madeira amarela e casco aromático), moráceas (com seiva leitosa e pequenas flores), marantáceas (monocotiledônias perenes) e pináceas (coniformes, com madeira fibrosa e de grande valor econômico). Um exemplo de morácea é a seringueira e de pinácea é o pinheiro.
6. Descrever a importância da conservação das florestas em sua região. a. Purifica o ar b. Dar o abrigo a fauna (animais e pássaros) c. Controla a ecologia
7. Nomear vários exemplos dos tipos de madeiras usadas no seguinte: a . soalho de casas -  lpê, Peroba b . madeira compensada -  Jacaranda, Embuía, Cerejeira, Caviúna c . móveis -  Cedro, Pinho, Peroba d . cabo de machado -  Guarantã e . estacas para cercas -  Aroeira, Eucalipto f . dormentes de estrada de ferro -  Cerne de Eucalipto g . vigas de apoio para construções -  Eucalipto, Peroba h . arcos e flechas -  Guatambu - Flecha: Bambu i . ideal para acender fogo -  Gravetos, Pinho, Manga j . queimam lentamente e forma uma base de brasas -  Carvalho, Algarrobeira
8. Dar dois exemplos de cada uma das árvores que: a . crescem melhor em locais alagados e úmidos –  Palmeira e Mangue. b . crescem melhor em locais de altitude elevada, e montanhas -  Pinheiro, Oliveira, Cedro.
Astronomia -  K

1. Responda as seguintes perguntas: a . Qual é o corpo celeste que fica mais próximo da Terra? A Lua, satélite natural da Terra. O planeta mais próximo é Vênus.
b . Qual é a sua distância da Terra? A Lua fica a 356.334 Km quando mais perto (perigeu) e a 406.610 quando está no apogeu.
c . O que governa as marés? A Lua
d . O que causa um eclipse? Eclipse do Sol - quando a Lua passa exatamente na frente do Sol. Eclipse da Lua - quando a Terra está entre o Sol e a Lua.
e . O que é uma estrela cadente? Conhecida também como meteoro. É um corpo celeste de origem mineral, que ao entrar em contato com a atmosfera terrestre se inflama e cai a uma velocidade vertiginosa.
f . Qual a velocidade da luz? 300.000 km por segundo
2. Fazer um diagrama mostrando as posições e movimentos relativos da Terra, Sol e Lua. Demonstrar as posições e movimentos envolvidos nos eclipses do Sol e  Lua .

3. Fazer um diagrama de nosso sistema solar e ser capaz de dar o nome dos planetas na ordem, a partir do Sol. NOTA – Faça este item em forma de desenho, tentando aproximar as formas e cores dos planetas e sua proporção em relação um ao outro com a realidade. A ordem dos planetas é a seguinte: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão.
4. Identificar as oito estrelas fixas do céu. Qual a diferença entre planetas e estrelas fixas? Planetas não possuem luz própria e são móveis, girando em torno de estrelas, como o Sol. Estrelas possuem luz própria e são fixas, com alguns corpos celestes atraídos a girar em torno delas. A Estrela mais próxima da Terra é Alfa Centauro (com exceção do Sol). Para distinguir entre estrelas e planetas a olho nu, basta ver as que tem luz fixa (planetas) e as que brilham constantemente (estrelas).
5. O que é constelação? Dar o nome e apontar seis delas. Dar o nome de duas constelações visíveis durante o ano todo. Os astrônomos, para facilitar seus estudos, agrupam as estrelas que parecem próximas umas das outras em Constelações. Tais constelações são divididas em 3 grupos, segundo a posição que ocupam no céu. a)  CONSTELAÇÕES BOREAIS  - São visíveis apenas no hemisfério Norte, com as constelação da Lira, Ursa Maior e Menor. b)  CONSTELAOES ZODIACAIS  -São visíveis da linha do Equador. São em numero de 12 a saber: Carneiro, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Balança, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes. c) CONSTELAÇÕES AUSTRAIS - São visíveis apenas do hemisfério Sul, como as do Cruzeiro do Sul, Cão Maior, Centauro, Mosca e Orion. Bayer em sua Uranometria, introduziu o costume, ainda hoje seguido de designar as estrelas de uma mesma constelação e por ordem de brilho ou grandeza, com as letras do alfabeto grego chamando (alfa) a mais brilhante, (beta) a que segue em brilho (gama) a terceira e assim por diante.
6. Desenhar um gráfico do Cruzeiro do Sul, Orion e Escorpião.

7. O que é a Via Láctea? Observar a Via Láctea no céu noturno. Pode-se observar no firmamento uma imensa faixa irregular, esbranquiçada, que abrange todo o céu: a VIA LACTEA ou GALAXIA ou CAMINHO DE SANTIAGO. Do grego lactus e galactus = leite. É a nossa galáxia! Tem este nome porque é esbranquiçada e parece um caminho de leite no céu noturno.
8. O que é estrela da manhã e estrela vespertina? Por que ela tem estes dois nomes? O planeta Vênus é conhecido como estrela da manhã, estrela D’alva ou estrela vespertina. Este planeta recebe este nome por ser a primeira estrela a aparecer e a última e sumir do céu e encontra-se muito próxima da Lua.
9. Explicar zênite e nadir. ZÊNITE: Ponto em que a vertical de um lugar vai encontrar a esfera celeste, acima do horizonte, auge, apogeu e culminância. NADIR: Ponto do céu oposto ao zênite; ponto mais baixo, tempo ou lugar onde ocorre a maior depressão.
10. O que é aurora boreal? O que a causa? Correntes de prótons e de elétrons chocam-se continuamente com nossa atmosfera, desalojando elétrons das moléculas de nitrogênio e dos átomos de oxigênio e dando origem a energia para o fantástico espetáculo celeste que ocorre no hemisfério norte e é conhecido pelo nome de Aurora Boreal. As cortinas da Aurora revelam o alinhamento das correntes invisíveis do campo magnético estendendo-se em direção da terra. Em médias latitudes são algumas vezes observadas auroras que tomam o aspecto de finos véus avermelhados a cobrir o firmamento. No hemisfério sul ocorre a Aurora Austral.
Aves -  J

1. Apresentar duas características que diferenciam as aves de todos as outras criaturas. Possuem penas, bico, sangue quente e asas.
2. Dar o nome de  três  aves que não voam, mencionar o que comem, e dar o nome do país ou continente na qual cada uma delas vive. Avestruz (Strutio camelus) – África; Ema (Rhea americana) – Américas; Quivis (Apteryx) – Nova Zelândia. Todas se alimentam de verduras e legumes, além de grãos.
3. Mencionar o dia da semana em que as aves foram criadas. Descobrir na Bíblia os nomes de cinco aves e ser capaz de mencion á -las de memória. No 5° dia.  (Gen. 1:20). Pássaros – Gên. 26; 9:2; Lev. 11:13; Sal. 8:8; 104:17; Dan. 2:38; Mat. 6:26; 8:20. Galo (Jó 38:36; Prov. 30:31; Mat. 26:34); Águia (Ex. 19:4; Jó 9:26; Prov. 23:5); Coruja (Lev. 11:16; Isa. 34:13); Avestruz (Jó 39:13; Isa. 13:21; Lam. 4:3); Pombo (Gen. 15:9; Luc. 2:24); Codorna (Num. 11:31).
4. Escrever ou apresentar oralmente três formas pelas quais o amor e o propósito de Deus foram demonstrados na criação das aves. I Reis 17:1-7 – Corvos traziam pão e carne para o sustento do profeta Elias, em fuga do rei Acabe. Gen. 8:6-12 – Noé soltou um corvo e uma pomba e Deus mostrou que as águas do dilúvio diminuíram. Ex. 16:11-21 – Deus mandou codornas para o seu povo, mostrando que sabia de suas necessidades.
5. Fazer uma lista de  trinta  espécies de aves selvagens, incluindo aves de pelo menos  cinco  ordens distintas, que você já observou pessoalmente e identificou ao ar livre. NOTA - Colocaremos, genericamente, o nome de 70 aves para poder ajudar você a escolher: Gavião, falcão, águia, abutre, urubu, harpia, pavão, marreca, anhuma, biguatinga, garça, socó, maguari, João-bobo, calau, seriema, casuar, condor, cabeça-seca, jaburu, cegonha, sai, juriti, rolinha, pomba, gaio, gralha, corvo, araponga, anambé, mutum, urumutum, jacu, jacutinga, mandarim, grou, gaivota, turaco, pelicano, biguá, codorna, faisão, perdiz, pica-pau, flamingo, papagaio, arara, jandaia, ararajuba, tiriba, araçari, tucano, ema, coruja, mocho, avestruz, mainá, atobá, guará, colhereiro, inhambu, beija-flor, sabiá, suindara, calandra, fragata, rouxinol, pingüim, albatroz e lóris.
6. Fazer uma lista de  cinco  espécies de aves que você identificou pelo som, ao ar livre. NOTA – Das 30 espécies acima, você deverá escolher 5 para identificar o som, através de imitação do som ou descrição do mesmo ao seu instrutor.
7. Fazer uma das tarefas a seguir: a .  Montar um posto de alimentação e relatar que aves vieram até ali  durante sete dias . b .  Descobrir um ninho de passarinho, identificar a espécie d o  pássaro que o construiu, descrever o ninho com detalhes, observ á - l o durante  cinco  dias, e relatar o que aconteceu  ao ninho cada dia. c .  Montar um bebedouro para beija-flor durante 2 meses. 1)   De que consiste o néctar feito pelo homem? 2)   Por   que não se deve usar corante ou mel? 3)   Quando o fluído do bebedouro deve ser trocado? 4)   Como deve-se cuidar do bebedouro?
Aves de Estimação -  J

1. Manter um pássaro, ou um casal de pássaros por, pelo menos, seis meses. Item prático.
2. Completar um dos itens a seguir: Item prático. a. Se tiver um pássaro em gaiola, fazer um registro dos cuidados dispensados a ele durante, pelo menos, um mês. Incluir descrição de hábitos alimentares, necessidade de água, limpeza de gaiola, etc. b. Se não tiver um pássaro em gaiola atualmente, mas tiver completado o item número 1 no passado, cuidar do pássaro de alguém durante pelo menos uma semana, enquanto esteja viajando, etc. , e fazer um registro dos cuidados necessários.
3. Canários: a. Citar os nomes de quatro variedades de canários. Canário-Belga, Canário-Assobio, Canário-da-Horta e Canário-da-Telha.
b. Apresentar uma breve história da origem e desenvolvimento dos canários. O canário das Canárias deu origem ao tronco da espécie doméstica, que conta com numerosas variedades.
c. Dar o nome e ser capaz de distinguir cinco sementes usadas na alimentação de canários. Gergelim, alpiste, girassol e grãos em geral.
d. Descrever resumidamente os cuidados gerais dos canários. Água, alimentação balanceada, limpeza da gaiola, iluminação e temperatura adequada.
4. Periquitos : a. De que país são originários os periquitos? Brasil.
b. Descrever brevemente seus hábitos de alimentação, ninho e comportamento em geral. Item prático. Fale sobre como você o alimentou e onde o animal dorme, de acordo com suas observações.
5. Pombos : a. Citar e identificar seis variedades de pombos. Pombo-Doméstico, Pombo-Torcaz, Pombo-do-Mar, Pomba-de-Bando, Pombo-do-Sertão e Pombo-Correio.
b. Descrever o tipo de alimento que comem, e cuidados gerais. Os pombos se alimentam de grãos (ex. milho, alpiste, girassol, etc.), porém não são animais para serem criados em casa, apesar de existir uma espécie chamada pombo-doméstico, pois são animais que podem transmitir muitas doenças.
6. Quais são as leis de seu estado ou país com respeito à captura, criação e exportação de pássaros em gaiolas? Certifique-se que está agindo de acordo com a lei enquanto cumpre as exigências desta Especialidade. Item Prático.  As leis ambientais que envolvem as aves, proíbem o comércio de aves nativas sem autorização do IBAMA, vetam a criação de aves silvestres ameaçadas de extinção (como a ararinha-azul e a ararajuba) e daquelas que não são autorizadas oficialmente. Pune com multas e reclusão os maus tratos, cativeiro, extermínio e tráfico de aves e auxilia nas campanhas de conservação e reintegração de aves à natureza.

Aves Domésticas -  K

1. Identificar por meio de descrição ou de fotografias pelo menos cinco raças de galinhas, como por exemplo: a. Plymouth (de qualquer cor)
b. Wyandotte (de qualquer cor)
c. Rhode Island Vermelha
d. Orpington (qualquer cor)
e. Leghorn (de qualquer cor)
NOTA - Essas raças de galinhas mencionadas nesta pergunta podem ser substituídas por outras conhecidas no Brasil.
2. Apresentar oralmente, ou escrever um parágrafo a respeito das qualidades de cada raça em termos de ovos e produção de carne. As galinhas brancas-vermelhas que são produtos das galinhas Carijós com galo vermelho, são as melhores poedeiras, na base de dezoito galinhas produzirem dezoito ovos diariamente, 100% de produção.
3. Identificar, através de descrição, um pato mandarim.
De porte nobre e suas penas são alvas como o algodão.
4. Identificar através de descrição, ou a partir de fotografias/figuras, três raças de aves grandes, como os perus. As principais raças trazidas ao Brasil são mamouth bronzeado (o enorme peru bronzeado), branco-holandês (White Holland) e o bourdon canela (Bourbon Red). Os perus são criados por causa da saborosa carne. É um belo espécime, alto de pernas compridas, é robusto e manso. Os perus são iguais no porte, porém na cor variam: uns são vermelhos, outros bronzeados, mas a carne tem o mesmo sabor. Pra quem come carne é um prato cheio.
5. Identificar através de descrição ou a partir de fotografias/figuras, duas raças de gansos que podem ser criadas em fazendas, chácaras ou sítios. O ganso Toulouse é o maior dos gansos e o mais bonito, porém o mais bravo e gritador. Se alguém se atrever a entrar no quintal onde vive um desses gansos (macho), se não correr, fica com a roupa rasgada ou ferido pela forte bicada do ganso. O ganso de Brent é originário da América do Norte e costuma migrar, mas pode ser criado em fazendas. O ganso-do-Canadá é o mais comum dos gansos americanos, chega a pesar de 0,5 a 8 Kg.
6. Visitar uma fazenda de avicultura, ou uma feira de avicultores, e escrever um breve relato dos vários tipos de aves observados. NOTA – O ideal para o cumprimento deste item seria ir até um local onde se possa observar tanto a postura de ovos, quanto os cuidados gerais com alimentação, água e manejo destes animais. Uma avicultura de grande porte oferece uma boa infraestrutura para completar este item.

Cactos -  J

1. Citar as principais características de um cacto. Famílias das Cactáceas. Formam um família singular de plantas suculentas, espinhosas ou pilosas. Podem assemelhar-se a ouriços, bastões espinhosos, minúsculas pás, vasos decorados. Muitos podem ser cultivados em casa. Habitam nas regiões áridas ou semi-áridas. Seus espinhos são folhas atrofiadas, e serve para que eles não percam água inexistentes em seu interior.
2. Mencionar três utilidades dos cactos. 1) Figo da Índia é um cacto comestível. 2) O Alois (babosa) usado para dar beleza ao cabelo. 3) O agave na fabricação de cordas devido a suas fibras.
3. Em que região há mais quantidade de cactos? Por quê? Os cactos são mais abundantes em lugares áridos ou onde há pouca chuva. Não tem uma boa adaptação a lugares úmidos e chuvosos nem, tampouco, em lugares frios. Os cactos abundam mais nos Estados do nordeste brasileiro, na chamada região da caatinga, além de estarem nos desertos de outros lugares do mundo. Eles são muito bem localizados, pois em desertos não há água e os cactos tem água dentro, aliviando os viajantes desprevenidos.
4. Conhecer e identificar ao natural, ou em fotografias, 15 espécies de cactos. Listamos abaixo o nome vulgar de 16 cactos conhecidos: Figo da Índia, castelinho, mandacarú, agave, havortia, mamilaria, echeveria, gasteralingua, calanchoo, dedinho de moça, rabo de gato, orelha de urso, zigocactos (flor de maio), filocactos, echinocactos, e noctocactos.
5. Fotografar, observar ou desenhar pelo menos 10 espécies de cactos, e classificá-los, ou criar pelo menos três diferentes espécimes de cactos. NOTA – O ideal é criar alguns cactos, pois se aprende muito com a experiência. Podem ser em vasos com plantas ornamentais e se encontram em qualquer casa do ramo. Há um cacto do gênero  cereus  que tem os frutos comestíveis; eles usam para suporte de enxerto. Eles sobem em árvores emaranham as raízes de suporte, matando-as em pouco tempo. Quase todos os cactos têm propriedades medicinais. Para os que não podem criar, por diversos motivos, faça desenhos caprichados, fotografe ou recorte fotos de cactos para sua coleção e apresente-os a seu instrutor de modo organizado, identificando cada um dos cactos de seu trabalho.
Cães -  J

1. Dar o nome científico do cão doméstico. Canis Familiaris
2. Citar cinco características peculiares da família dos cães. Todos os cães domésticos são: Amigos, Companheiros, Leais, Fiéis, adestráveis, têm excelente audição e olfato e infelizmente, vivem pouco (em relação ao homem). Os ariscos são decorrentes da má criação.
3. Identificar, a partir de fotografias/figuras, ou observação natural, cinco membros selvagens da família dos cães. Das 37 espécies, os mais conhecidos são: Lobo-cinzento, Lobo-guará, Chacal, Dingo, Raposa, Coiote, etc.
4. Identificar a partir de fotografias/figuras, ou observação natural, vinte e cinco diferentes raças de cães com pedigree. Afegão, Basset, Beagle, Boxer, Bulldogue, Chihuahua, Chow-chow, Cocker,  Collie, Dálmata, Dobermann, Dogue Alemão,  Fila Brasileiro,  Fox Terrier, Husky Siberiano, Labrador,  Mastin Napolitano, Mastiff, Pastor Belga, Pitt Bull, Poodle, Rotweiller,  São Bernardo, Setter Irlandês,  Sheepdog e Yorkshire.
5 . Mencionar cinco contribuições da família dos cães ao homem. Guia de cegos, farejador de drogas, guarda residencial, pastor de ovelhas, auxiliar de polícia e companheiro para pessoas mais solitárias ou idosas.
6. Dar o nome da menor e da maior raça de cães. A menor é sem dúvida o Chihuahua. A raça que atinge a maior estatura é o Dogue Alemão. Não é o Mastiff ou São Bernardo.
7. Escrever ou descrever oralmente o valor, para o homem, dos seguintes cães: guia de cegos, São Bernardo, pastor, collie e esquimó. Ao que se pode entender é para ser feita a associação do Pastor Alemão como guia para cegos e o São Bernardo como auxiliar para os esquimós. Daí você pode descrever as utilidades destes cães para estes fins e os benefícios que se pode trazer esta associação com o homem. Assim como o Collie como pastor de ovelhas. Visto que não existe cão da raça esquimó ou guia de cegos.
8. Escrever ou apresentar oralmente sobre as contribuições especiais que os cães deram ao homem em tempo de guerra. Em guerra os cães podem farejar bombas, servir de mensageiros, cuidar de armazéns, saltar de pára-quedas no campo inimigo, além de combater diretamente no front.
9. Identificar, pessoalmente, ou por fotografias/figuras, cinco cães que são classificados como “toy” (anões). Poodle toy, Schnauzer, Pintcher, Chihuauhua, Dachshound, Lulu da Pomerânia e Yorkshire Terrier
10. Qual é o único cão que tem a língua inteiramente azul ou preta? Chow-Chow. Na verdade ela é encontrada também no Shar-pei, ambos chineses.
11. Qual o cão mais rápido? Greyhound ou Galgo Espanhol.
12. Que cão dentro os tipos “toy” tornou-se mais popular? O Poodle, por ser afetivo, brincalhão e bonitinho. Antigamente era o pequinês, hoje está um pouco sumido.
13. Que cão tem sido muito útil para seguir e encontrar criminosos? Bloodhund. O Retriever do Labrador e o Pastor Alemão também são ótimos farejadores.
14. Escrever ou contar uma história sobre um cão. Vai da sua criatividade.

Cães - Cuidado e Treinamento -  K

1. Descrever os passos que devem ser tomados nas seguintes áreas do cuidado de cães: a. Seleção  - para selecionar um cão você precisa analisar muitas coisas, dentre elas é o espaço físico para se ter um cão. Se você mora num apartamento, o cão deve ser pequeno, de raças anãs de preferência. Se tiver um grande quintal, o cão pode ser grande também. Se quiser um cão para segurança da casa, procure os mais adequado para a função, geralmente de grande porte. Se ele for ficar muito dentro de casa, deve ser obediente e quieto por natureza, a raça caracteriza essas qualidades. Cães sem raça definida (vira-latas) são imprevisíveis quanto ao comportamento. Se você quer um cão que não dê muito trabalho para banhos, procure um que tenha pêlo curto. Quando comprar num pet shop ou feira, procure o que está sem problemas nos pêlos, pele, orelhas e olhos. Não pegue o mais quieto (pode estar doente), nem o mais ative (pode dar muito trabalho), pegue o intermediário, após avaliar todos os fatores e qualidades da raça em questão. Há diversos outros fatores que podem ser avaliados. b. Registro  - os cães de raça pura podem receber um registro, que consiste numa certidão de nascimento, mostrando quais são seus pais, avós, características específicas e de comportamento, é o chamado Pedigree. Com ele você pode cruzar seu cão com outro que também possua o registro e vender os filhotes de raça pura por boa soma de dinheiro, perpetuando a raça do seu cão. c. Imunização/vacinação  - os cães devem ser vacinados quando completarem 2 meses (60 dias) com a V8 (vacina que imuniza o cão de 8 doenças virais comuns: parvovirose, cinomose, coronavirose, leptospirose, parainfluenza, adenovirose, hepatite infecciosa e tosse dos canis). A 2ª dose é dada com 3 meses (90 dias) com a V8 de novo. A 3ª dose é dada aos 4 meses (120 dias) com a V8 e raiva juntas. Depois se faz o reforço anual, dando a V8 e raiva todos os anos. Caso você não saiba se o cão é ou não vacinado, vá ao veterinário assim mesmo, melhor vacinar demais do que de menos. As raças rottweiler e doberman são vacinadas uma 4ª vez por serem mais sensíveis às viroses.
2. Fazer pelo menos dois dos itens a seguir: a. Descrever o que pode ser feito para remover pulgas, carrapatos e piolhos de seu cachorro. Esses problemas podem ocasionar muito incômodo aos cães. As pulgas causam doenças como dermatites e vermes ( Dipilidium caninum ) e os carrapatos também: Babesiose e Erliquiose. Para acabar com estes problemas, muitos produtos existem, de sabonetes e xampus à pomadas e sprays. Mas muitos se mostram de pouca eficiência. Algumas das causas são as seguintes: o princípio ativo não é eficaz contra o agente ou está se tratando apenas o animal (para cada 1% das pulgas no cão, 99% estão no ambiente em formas mais rudimentares). O veterinário é a pessoa indicada para lhe passar o melhor tratamento para o seu cão. Alguns produtos matam pulgas mas não são eficientes para carrapatos, converse com o veterinário e veja o melhor para seu cão. b. Mencionar algumas doenças, pestes e vermes que podem atacar os cães. - Viroses: parvovirose, cinomose, coronavirose, leptospirose tipo I e tipo II, raiva, adenovirose, hepatite infecciosa, entre outras. - Vermes: dirofilariose, babesiose, ancilostomose, ascaroses, erliquiose, além de várias outras, inclusive aquelas passadas de mãe para filhote, via placentária (como o Toxocara). - Bactérias e fungos: otites e dermatites (como escabiose, pênfigo foleáceo e piodermite), dermatofiloses, micoses contagiosas, entre outras. c. Explicar o que deve ser feito após uma mordida de cão. Lavar com água e sabão. Se a mordida for mais forte e sangrar muito, abrindo um grande ferimento na pele, vá para o hospital tratar. Lembre-se de verificar se o cão está com raiva, para fazer o tratamento adequado. O tratamento preventivo da raiva é feito no Instituto Pasteur (Av. Paulista, São Paulo - S.P) apenas para pessoas que trabalham com cães (criadores, veterinários, etc.).
3. Descrever como se ensina o filhote a não sujar a casa. Alguns dos cuidados básicos que devem ser seguidos são os seguintes: - Alimentação: a melhor alimentação é a ração (de boa qualidade e procedência adequada, sendo uma marca que seja confiável). Ela é completa e deve ser dada 2 a 4 vezes ao dia. Dando apenas 1 vez, o cão fica com muita fome e acaba comendo muito rápido, acumulando muita comida no estômago, ameaçando ter uma torção gástrica se o animal fizer um exercício físico forte e repentino (como correr para latir no portão). - Água: deve ser dada a vontade. Limpe a vasilha com freqüência, pois locais úmidos são ótimo local para procriação de bactérias e fungos. Se o eu animal bebe certa quantidade de água e passa a beber muito e urinar muito de repente, procure o veterinário. - Banho: particularidades sobre o banho são descritas no item 4. - Outros: cuidar da pele e pêlos, vacinação, parasitas, etc.
4. Explicar, em detalhes, como dar banho num cão, e como cuidar de sua higiene geral. Os banhos devem ser dados após ter imunizado o cão com as 3 doses da V8 e raiva (15 dias depois da última dose). Para dar banho, tome o cuidado de colocar algodão nos ouvidos do cão (otites são muito comuns em cães). Os sabonetes e xampus devem ser específicos para não causar alergias ou dermatites. Se ocorrer alguma reação, suspenda o uso e procure um veterinário. O cão deve ser seco o quanto antes, pois molhado fica muito susceptível a pegar doenças. Procure escovar o pêlo do cão, cortas as unhas e limpar as orelhas com cotonetes. Mantenha o local onde ele vive sempre limpo, retirando os excrementos e lavando os locais onde urinou. Lave as vasilhas freqüentemente, tanto de água quanto de comida.
5. Ter completa responsabilidade pela alimentação de de um cão durante dois ou três meses. NOTA - Lembre-se dos conselhos do item 3 para realizar este item prático.
6. Treinar seu cão até que possa demonstrar, com sucesso, o seguinte: a . Junto: o cão caminha à sua esquerda, e pára ao seu comando. b . Comando "Parado": o cão fica ao seu lado, sem cheirar pessoas, postes ou outros cães. c . "Parado para exame": o cão fica parado e permite que estranhos o toquem. d . Comandos de chamado e sentar: o cão vem quando é chamado, senta-se à sua frente e, ao ouvir comando, posiciona-se do seu lado esquerdo. e. Sentar e deitar durante longo tempo: seu cão fica sentado ou deitado (qualquer um dos dois comandos) enquanto você executa várias atividades.
* Se possível, os cães e seus donos (ou quem estiver fazendo a especialidade) deveriam obter informações com um adestrador qualificado, de preferência num local específico de treinamento. Um certificado de adestramento em qualquer tipo de obediência canina será aceito para esta especialidade.
Climatologia -  J

1. Explicar como os seguintes fenômenos se formam: neblina, chuva, orvalho, neve, granizo e geada. a . Neblina  - e causada pôr gotinhas de água. b . Chuva  - á a precipitação na forma de gotas de água de tamanho visível que caem das nuvens. c . Orvalho  - gotículas de água que se formam sobre a superfície exposta ao ar devido a condensação do vapor de água existente na atmosfera. É formado quando o vapor da água se difunde no ar em direção ao solo. É formado da água que se difunde no solo. d . Neve  - precipitação atmosférica de pequeninos cristais de gelo, em hexagonais, mas que podem assumir forma achatada. Para isso e necessário estar abaixo do ponto de congelação. e . Granizo  - Chuva de pedrinhas de gelo. O granizo e a precipitação na forma de grãos ou pedaços de gelo. Ocorrem de modo geral nos temporais. f . Geada  - É a umidade atmosférica o que se forma sobre o solo, planta e edifícios, quando a temperatura desce abaixo de 0ºC, ponto de congelamento da água.
2. Identificar no céu, ou em fotografias, os seguintes tipos de nuvens: cirros, cúmulos, nimbos e estratos. Que tipo de tempo está associado a cada uma delas? Formação das nuvens: Aglomeração de gotículas de água existente na atmosfera Quando se condensam tornam-se visíveis em nuvens quando esta em nível superior, ou como um nevoeiro quando se aproximam do solo. As nuvens formam-se quando o vapor de água existente na atmosfera na presença de núcleo de condensação, como por exemplo, de pó, fumaça e sal da evaporação do mar. Classificação das nuvens:
As nuvens dividem-se em três classes que são: baixas, médias e altas.
NUVENS BAIXAS:
1º) Estrato é uma camada cinzenta, parecendo o nevoeiro mas não encosta no solo.
2º) Nimbo estrato é a nuvem da chuva ou neve.
3º) Cúmulo espessa branca parece com algodão ou urna couve flor
4º) cumulo nimbo- vista a distância parece uma montanha. a nuvem da trovoada. Ao se espalhar pelo céu, o cobre, ai vem a chuva, relâmpago e trovoada.
Estrato Cumulo - é um conjunto de nuvens brancas orladas por manchas cinzentas.
NUVENS MÉDIAS:
1º) Alto estrato - são uniformes em forma de lençol branco
2º) Alto cúmulo - são nuvens pequenas, globulares com aparência de pratos; são claras, estão em grupos ou em fileiras.
NUVENS ALTAS:
Cirros - são geralmente fibrosas.
1º) Cirros - chamadas "caudas de cavalos" 2º) Cirros estratos - nuvens finas brancas que cobrem o céu sem esconder o sol deixando-o fosco como se fosse derramado leite.
3º) Cirro cúmulo -muito bonitas vistas do avião voando por cima delas. Parecem novelos arredondados de lã, todos colocados em ordem, ou flocos de algodão ou de neve.
4º) Cirro-bigorna - são nuvens com aparência de bigorna geralmente são vistas pôr cima do cumulo-nimbo, nuvem de trovão.
3. Explicar a ação de um termômetro de mercúrio, barômetro de mercúrio, barômetro aneróide e pluviômetro. Termômetro marca a temperatura do ar ou da atmosfera quente ou fria.
O Barômetro - instrumento com que se mede a pressão atmosférica.
Pluviômetro - instrumento destinado a medir a quantidade de chuva que cai num lugar durante o tempo determinado.
4. Por que é possível haver chuva de um lado de uma montanha, e estar seco o outro lado? Dar uma ilustração em seu país ou região. a . Por que é mais fresco e úmido nas montanhas, do que nos vales? b . De que direção geralmente vem a chuva e o tempo bom em sua região? NOTA – Este item deve ser feito conforme a região em que você mora, explicando os fenômenos de acordo com o clima regional.
5. Demonstrar, com ajuda de um diagrama, como a relação da Terra com o Sol produz as diferentes estações. NOTA – Faça um diagrama com o Sol no centro e a Terra a circulá-lo, mostrando que a distância do Sol em relação a Terra leva a calor na proximidade do Sol, frio quando ele se distancia, etc.
6. O que causa os raios e trovões? Quais os tipos diferentes de raios que existem? Ocorrem por descargas elétricas entre a nuvem e a Terra. O raio é a parte luminosa e o trovão é o barulho decorrente da descarga elétrica. O raio vem sempre antes do trovão (porque a velocidade da luz é maior que a do som). O raio é o clarão que dá e corta o céu como uma espécie de risco amorfo no céu. O relâmpago é um tipo diferente de raio, é um clarão em todo o céu, rápido e vivo.
7. Com auxílio de um diagrama, demonstrar o que é convecção. Qual é sua relação com o vento? NOTA – A convecção é a transmissão de calor pelo ar, através do movimento ou circulação das partes aquecidas. Mostre no diagrama como o vento pode ser alterado com este fenômeno.
8. Explicar como radares, satélites e computadores são usados na previsão do tempo. Os radares meteorológicos registram as mudanças de clima, como ventos, temperatura, umidade, etc. Eles e os satélites (que tiram fotos de locais onde querem fazer a previsão) irão enviar as informações para os bancos de dados dos computadores as agências climáticas que irão avaliar com os meteorologistas as condições do tempo em questão e o que devemos esperar para os próximos dias de acordo com o que está ocorrendo e a experiência que já se tem das previsíveis ações do clima na região.