Foto gratis: Rebaño De Las Aves - Imagen gratis en Pixabay - 350290 gráfico de tamanho de ganso de Canadá

rebaño de las aves gansos de canadá gansos ala

Public Domain

Imágenes relacionadas

258817 258817 / 38 imágenes
Seguir
CC0 Creative Commons
Gratis para usos comerciales
No es necesario reconocimiento
Descarga gratuita
640×521JPG65 kB
1280×1043JPG214 kB
1920×1565JPG455 kB
2829×2307JPG1.0 MB
Abrir Descargar

Me gusta Pixabay en Facebook

Imágenes auspiciadas

Similar Images
Cámara Nikon D700
500.0mm · ƒ/4.8 · 1/1000s · ISO 250 ↯
Tipo de imagenJPG
Resolución2829×2307
Creado2 de Octubre de 2012
Cargado22 de Mayo de 2014
CategoríaAnimales
Vistas19666
Descargas8021
42 comentarios Inicie sesión para dejar un comentario.

rebaño de las aves, gansos de canadá, gansos, ala, ganso, animales, el agua, nadar, aves, bill, las aves de corral, agua de aves, la naturaleza, las aves migratorias, enjambre, cielo, aves migratorias, gansos salvajes , Fotos gratis, Imágenes gratis


gráfico de tamanho de ganso de Canadá

jaqueta para homens canada gansa
köpa canada goose online
canada goose vendita uk
canada ganso chicago
canada gé france


Abaixo estão nossas principais raças. Também possuímos outras raças, para consultar, basta entrar em contato conosco


Faisão Coleira

Na verdade, existem centenas de espécies dentro da família biológica de faisões, ou Phasianadae, incluindo perus, codornas e perdiz, bem como os verdadeiros faisões. Mas, na maioria das vezes, quando falamos de faisão, estamos nos referindo ao Coleira, ou faisão comum ( Phasianus colchicus). O Faisão Coleira é um nativo da Ásia, desde a costa oriental do Mar Negro até as encostas do norte do Himalaia, e também encontrado na Manchúria, na Coréia, e no sul do Vietnã. Os fósseis mais antigos de faisões registrados indicam que eles se originaram na China há cerca de 2,0 - 2,5 milhões de anos. Eles foram importados para a América em 1880 e se adaptaram muito bem em grandes áreas da América do Norte, formando populações reprodutoras auto-sustentáveis em vários estados dos EUA e em algumas províncias do Canadá.
Criadores voltados para a produção de aves para a caça (Europa e EUA) ou abate se concentram principalmente em criar os Faisões Coleira, mas outros criadores também se interessam por uma série de espécies mais exóticas e raras. Os Faisões Coleira são relativamente fáceis de criar em cativeiro. A quantidade de 1 macho é adequada para 5-7 fêmeas. A época de reprodução começa no final do inverno ou início da primavera e vai até o meio do verão (ago-jan no Brasil). Na natureza, as fêmeas constroem seus ninhos direito no chão sobre a vegetação que consiste de grama, ervas daninhas, ou arbustos.



Dados do Faisão Coleira


Peso: 900g à 2,0kg

Cor: Machos: cor de cobre brilhante laceado com marrom escuro no peito, costas e parte inferior do corpo; de cinza a marrom acinzentados nas costas. A cauda é marrom acinzentada com marrom mais escuro. Cabeça preta, com destaque vermelho no rosto, e um anel branco em volta do pescoço. Fêmeas: marrom claro com reflexos marrom escuro e preto em algumas penas. Destaque branco em volta do rosto.

Lugar de origem: Asia

Qualidades especiais: Normalmente criados nos EUA e na Europa como ave de caça (gamebird). Carne deliciosa.


Galinha D’Angola

As Galinhas D’Angola estão entre as aves mais ruidosas, sinalizam a presença de intrusos com um grito agudo e fazem bastante ruído ao longo do dia. As Galinhas D’Angola têm uma chamada de duas notas bem característica, que se parece sonoramente com “Tô fraco”.
Há seis espécies de Galinha D’Angola em estado selvagem, três dos quais são criados em cativeiro no Brasil. De longe, a mais comum é a galinha d’angola “comum” (Numida meleagris) e as cores descritas (abaixo) aplicam-se a esta ordem. A chamada pintada-vulturina (Acryllium vulturinum) e a fraca-cristata - ou galinha-da-angola-de-topete ( Guttera pucherani) também são mantidos por alguns criadores. As pintadas-vulturinas têm um visual fantástico, com plumagem azul, destacado com listras e pontos. Elas também são um pouco maiores do que as outras angolas, e um pouco mais calmas. Elas se comportam bem em cativeiro, tornando-se bem mansas. As angolas do tipo fraca-cristata estão crescendo em popularidade, pois elas podem se adaptar bem ao confinamento. Elas podem ser reconhecidas por um topete de penas pretas encaracoladas em sua cabeça.
As Galinhas D’Angola são todas onívoras, comendo insetos, roedores, cobras e pequenas rãs e répteis, bem como folhagem e grãos. As fêmeas são boas produtoras de pequenos ovos escuros, do final da primavera ao inicio do outono, mas elas escondem seus ninhos no mato, tornando difícil a recuperação de todos os seus ovos.
Galinhas D’Angola são ótimas mães e são conhecidas por eclodir e cuidar de até 50 pintinhos de cada vez. Aqueles pintinhos que são chocados naturalmente são suscetíveis a morrer durante a primeira semana de vida por causa de umidade ou frio, mas os que sobrevivem a esse período inicial são bastante resistentes. As Angolas são, às vezes, cruzadas com outras aves, produzindo um híbrido estéril.



Dados da Galinha D’Angola


Peso: Galo 1,8kg / Galinha 1,6kg

Cor: As cores padronizadas são: Bronze, Brown, Buff, Buff Dundotte, Chocolate, Coral Blue, Lavender, Lite Lavender, Opaline, Pearl Gray, Pewter, Pied, Porcelain, Powder Blue, Royal Purple, Sky Blue, Slate, Violet, White.

Lugar de origem: África

Qualidades especiais: Carne e ovos delicadamente saborosos. Excelentes "animais de guarda" e controladores de insetos.


Yokohama

O Yokohama é relativamente pequeno, comparado com outras raças de cauda longa originadas no Japão. Seu antepassado é conhecido no Japão como Minohiki e foi originado a partir do cruzamento de duas raças combatentes: o Shamo e o Shokoku (uma raça Chinesa que existe deste o Século VIII). Apesar de ter sido desenvolvido a partir de raças combatentes, o Minohiki foi mantido principalmente para fins ornamentais. Quando os Minohikis chegaram à Europa em 1800, eles foram nomeados Yokohama devido ao porto de onde foram enviados.
Yokohamas são geralmente calmos e dóceis, embora o galo às vezes possa ser agressivo com outros galos. Para manter a qualidade de sua plumagem extravagante, que inclui não só a cauda longa, mas também penas das costas muito longas e profusas sobre os machos, as aves precisam de habitação seca e poleiros altos. A raça tem amadurecimento lento. As galinhas ficam chocas e são muito boas mães, mas elas botam somente um número limitado de pequenos ovos levemente coloridos.



Dados da Yokohama


Peso: Galo: 2kg / Galinha: 1,6kg

Crista, barbela e lóbulos das orelhas: Crista no formato de noz, barbela e lóbulos das orelhas muito ou moderadamente pequenos; barbela pode ser totalmente ausente. Todos são vermelho brilhante.

Cor: O bico é amarelo; olhos são castanho avermelhado ao vermelho alaranjado; canelas e pés são amarelos. Cores padronizadas são: Marrom Escuro (Dark brown), Marrom Claro (Light Brown), Red Shoulder, Prata (Silver) e Branco(White).

Lugar de Origem: Japão

Qualidades especiais: Uma ave de beleza extremamente atrativa com cauda longa e penas compridas nas costas.


Malaio

O Malaio, uma raça muito antiga que se originou no sudeste da Ásia, é a mais alta entre as raças de galinhas, chegando a mais de 91 centímetros de altura, com pescoço longo e pernas gigantes. Apesar de sua postura ereta, quando visto de perfil, o Malaio mostra três curvas descendentes distintas: na linha superior do pescoço, nas costas, e na cauda.
A raça também é conhecida por sua testa, com uma projeção do crânio sobre os olhos. Há normalmente poucas (ou nenhuma) penas no rosto, garganta e peito, e a pele é espessa. Outras penas são duras e curtas, e ficam rente ao corpo. Apesar de sua expressão de raiva, o Malaio tende a ser mais manso do que outras raças. Seu amadurecimento é lento, a raça é ativa e não se adapta bem ao confinamento. Apesar de as galinhas chocarem e serem boas mães, elas põem ovos com pouca frequência.



Dados do Malaio


Peso: Galo: 4,1 kg / Galinha: 3,2 kg

Crista, barbela e lóbulos das orelhas: crista de pequeno a médio porte bem definida na frente da testa. Lóbulos das orelhas e barbela muito pequenos. Todos são vermelhos.

Cor: Bico normalmente amarelo; olhos pérolas; canelas e pés amarelos. Cores padronizadas são: Preto (Black), Mottled, Red Pyle, Spangled, Wheaten e Branco (White).

Lugar de origem: Sudeste da Ásia

Qualidades especiais: É a mais alta entre todas as raças de galinha.


Shamo

Medindo cerca de 76 cm de altura, o Shamo é o segundo mais alto entre as raças da galinha. É uma raça japonesa antiga, a partir do qual foram desenvolvidas uma série de outros frangos domésticos no Japão, incluindo o Yokohama e o Phoenix. O Shamo foi importado pela primeira vez para os Estados Unidos em 1874. É uma espécie protegida no Japão.
Shamos têm penas muito curtas e duras que podem não cobrir totalmente o corpo. Como os Malaios, com os quais eles compartilham um ancestral comum, eles têm uma testa proeminente e óssea, não têm penas em seu rosto e garganta, e a pele facial é espessa. No entanto, seu corpo não mostra as três curvas distintivas do Malaio.
Shamos são lutadores muito agressivos. Os pintinhos começam a lutar quase imediatamente após o nascimento, e os galos devem ser mantidos separados, mas os Shamos gostam dos humanos e são domesticados facilmente. Galinhas são excelentes mães e põem mais ovos do que as outras raças asiáticas.



Dados do Shamo


Peso: Galo: 5 kg / Galinha: 3,2 kg

Crista, barbela e lóbulos das orelhas: pequena crista em forma de ervilha. Lóbulos da orelha e barbelas são muito pequenas ou totalmente ausentes. Todos são vermelho brilhante.

Cor: Bico é normalmente amarelo; olhos são pérolas; canelas e pés são amarelos. Cores padronizadas são: Preto (Black), Vermelho do Peito Preto (Black-Breasted Red), Vermelho com Marrom (Brown Red), Buff Colombiana (Buff Columbian), Dark, Spangled, Wheaten e Branco (White).

Lugar de origem: Japão


Aseel

O Aseel é uma das raças combatentes mais antigas, era criado na Índia e países vizinhos há mais de dois mil anos. O Aseel foi criado para lutar com suas próprias esporas e força naturais. Na verdade, seu nome significa "de bom pedigree" em árabe. A característica combatente da raça é tão forte que os pintinhos mostram agressividade quase imediatamente após a eclosão dos ovos. Os galos podem lutar até a morte e por isso cada um deve ser mantido isolado de outros machos.
As galinhas também são bastante agressivas com outras galinhas de raças combatentes, apesar de se comportarem melhor quando convivem com galinhas de raças menos agressivas. Elas são excelentes mães, e alguns criadores as usam como “mães adotivas” para outras raças. Tudo isso contribui para que a raça não seja bem adequada para avicultores inexperientes ou para criação junto de outras raças.
O Aseel tem uma postura bem ereta e ombros altos, e sua cauda cai abaixo da linha horizontal. Ele é extremamente atlético e tem um peito largo e bem definido, pernas pesadas e bem separadas uma da outra. Suas penas são curtas, duras, e ficam rentes ao corpo, podendo estar ausentes na quilha (linha central do peito) ou ombros.



Dados da Aseel


Peso: Galo: 2,5kg / Galinha: 1,8kg

Crista, barbela e lóbulos das orelhas: Crista e lóbulos das orelhas pequenos, vermelhos brilhante, em formato de ervilha, sem barbelas.

Cor: O bico é de bege a amarelo, os olhos são pérola, as pernas e pés são amarelos. As cores padronizadas são: Vermelho com Peito Preto (Black-brested red), Dark, Spangles, Wheaten e Branco (White).

Lugar de Origem: Índia

Qualidades especiais: Ave de aparência pré-histórica, predecessor do Cornish. Altamente agressivo.


Polonesa

Apesar do nome, o raça Polonesa não é da Polônia. A raça, como a conhecemos hoje, vem da Holanda (onde as Polonesas aparecem em pinturas que datam do século XV), mas a data de surgimento não é clara. Alguns historiadores especulam que as galinhas Polonesas na verdade vieram da Europa oriental, enquanto outros pensam que a raça surgiu na Holanda a partir de aves encontradas originalmente na Itália ou na Espanha.
As Polonesas são geralmente bastante calmas e amigáveis, mas a sua crista e penas da cabeça podem interferir na sua visão, por isso são muitas vezes elas tomam susto quando de repente percebem que algo está próximo. As fêmeas não chocam. Galinhas polonesas foram originalmente desenvolvidas como boas poedeiras, e muitas linhagens e variedades ainda botam bastantes ovos.



Dados da Polonesa


Peso: Galo: 2,75kg / Galinha: 2kg

Crista, barbela e lóbulos das orelhas: Pequena crista em forma de v. Barbela e lóbulos das orelhas são pequenos e podem ficar completamente escondidos no “topete”. Crista e barbela são vermelho brilhante, lóbulos das orelhas são brancos.

Cor: Há muitas cores padronizadas de Polonesa, entre as quais: Preto (Black), Azul (Blue), Dourado (Golden), Branco (White), Branco com topete preto (Black-crested white), Preto com topete branco (White-crested black) etc.

Lugar de Origem: Holanda

Qualidades especiais: : Conhecido por seu topete selvagem de penas. Uma das raças preferidas entre criadores de galinhas pet.


Sedosa Japonesa

A Sedosa Japonesa é uma raça antiga de origem asiática (provavelmente da China, embora Índia e Java também estejam na disputa para ser o ponto de origem). Os europeus ouviram pela primeira vez histórias dessas criaturas maravilhosas quando Marco Polo retornou de suas viagens pela Ásia no século XIII.
Sedosa Japonesa é realmente uma raça diferenciada: eles têm um gene melanótico que resulta em pele, ossos e carne preto azulado (traços atribuídos ao poder da medicina popular chinesa). Crista e barbela vão de cor de amora a pretos azulado, bicos azuladas, e penas sedosas que têm uma textura semelhante a de pelos. Todos Sedosa Japonesa têm uma crista, e há variedades com e sem “barba”. As galinhas da raça Sedosa Japonesa se adaptam bem ao confinamento e são extremamente dóceis e amigáveis, mas eles não se dão bem quando estão ao ar livre em climas extremos (quente ou frio). Suas penas não retêm nem isolam o calor. Sua aparência e personalidade, no entanto, fizeram da Sedosa Japonesa a galinha “pet” preferida em todo o mundo.
As fêmeas botam ovos pequenos, levemente coloridos. Elas não botam frequentemente, mas esta é uma das raças que mais chocam e muitas vezes as galinhas da raça Sedosa Japonesa são usadas como mães adotivas de ovos de outras raças. Elas são excelentes mães, e criam alegremente os pintinhos, não importa com o que eles se pareçam - codorna, faisão, patos ou gansos.



Dados da Sedosa Japonesa


Peso: Galo: 1kg / Galinha: 900g

Crista, barbela e lóbulos das orelhas: Crista e barbela são pequenas ou médias; lóbulos das orelhas são muito pequenos. Crista e barbelas têm cor entre amora a preto; lóbulos das orelhas são azul turquesa.

Cor: O bico é azul chumbo, os olhos são pretos; canelas e pés são preto azulado. Cores padronizadas são: Preto (Black), Azul (Blue), Cinza (Gray), Partridge, Splash e Branco (White).

Lugar de Origem: Ásia

Qualidades especiais: Com visual único, ideal como uma galinha de estimação; excelente chocagem da fêmea.


Brahma

Pouco se sabe sobre a origem exata da raça Brahma, a não ser que o nome Brahma é uma referência ao rio Brahmaputra, na Índia. Alguns historiadores especulam que Brahmas são as mesmas aves que os Chittagongs da Índia. Outros suspeitam que a raça como a conhecemos hoje pode ter sido desenvolvida por imigrantes que cruzaram galinhas chinesas de Xangai com Chittagongs na década de 1840 na Califórnia.
Antigamente, Brahmas cresciam rapidamente, mas hoje eles amadurecem mais lentamente. Eles também são uma das maiores raças. Eles têm uma linha nível nas costas, mas suas penas, pernas longas, pescoço arqueado e cauda curta dão as aves uma postura ereta. Estes traços físicos, combinados com seus encantadores padrões de cores, fazem com que a aparência destas aves seja realmente magnífica.
Apesar de não botar muitos ovos, Brahmas são conhecidos pela boa produção de ovos marrons no inverno. As galinhas ficam chocas com facilidade, mas elas ocasionalmente quebram ovos no ninho devido ao seu peso. Brahmas se comportam bem em confinamento, se for dado espaço suficiente, mas se comportam melhor ainda se soltos ao ar livre. Eles são bastante resistentes, e vivem bem tanto no calor quanto no frio.



Dados do Brahma


Peso: Galo: 5,5 kg / Galinha: 4,3 kg.

Crista, barbela e lóbulos das orelhas: Crista do tipo “ervilha”, de tamanho médio, barbela bem arredondada, lóbulos das orelhas grandes e longos. Todos vermelhos.

Cor: Criadores estão desenvolvendo novas variedades de cores que ainda não foram reconhecidos pela APA (instituição que registra os padrões de cada raça), incluindo azul, perdiz e vermelho. O bico é amarelo, há uma listra escura abaixo da mandíbula superior, os olhos são castanhos avermelhados, Canelas e pés amarelos. Cores padronizadas: Preto (Black), Buff, Dark, Light e Branco (White).

Lugar de origem: Estados Unidos

Qualidades especiais: Uma das maiores raças, boa postura de ovos no inverno.


Fênix

Durante quase mil anos, os criadores do Japão criaram galinhas ornamentais "de jardim", com caudas primorosamente longas. As penas da cauda destas aves podiam ultrapassar 9 metros! O Fênix foi desenvolvido no final dos anos 1800, na Alemanha, através do cruzamento desta ave japonesa de cauda longa, chamada Onagadori, com aves de caça.
Os primeiros exemplares alemães do Onagadori vieram de ovos importados. Os criadores alemães rapidamente descobriram que as aves eram um tanto frágeis e propensas a problemas de saúde, portanto seu objetivo no desenvolvimento da raça era manter belos traços do Onagadori, aumentando sua resistência e durabilidade. No início de 1900 um movimento similar começou nos EUA, com a importação de ovos de Onagadori e cruzamento das aves resultantes com aves de caça e Leghorns.
O Onagadori tem um grupo incomum de genes que permite esse crescimento extraordinário da cauda, incluindo um gen recessivo que evita que ele muda suas penas a cada ano. Este gen recessivo foi perdido no desenvolvimento da Fênix, por isso suas penas da cauda são trocadas e, portanto, não atingem o comprimento enorme de plumagem de seus antepassados. No entanto, a cauda Fênix ainda assim é muito longa e vistosa, chegando a 91 cm de comprimento em galos adultos.
Fênix são aves pequenas e geralmente dóceis, mas se não forem criados à mão, não tendem a ser particularmente amigáveis. Eles devem habitar viveiros com altos poleiros e um pequeno quarto seco, para manter a qualidade de penas. As galinhas não botam muitos ovos, mas elas chocam e são boas mães.



Dados do Fênix


Peso: : Galo: 2.5 kg / Galinha: 1,8 kg

Crista, barbela e lóbulos das orelhas: a crista, única com cinco pontas bem definidas, na posição vertical, é de tamanho médio nos machos e é pequena nas fêmeas. Barbelas são de tamanho médio nos machos e pequenas nas fêmeas. Lóbulos das orelhas são de tamanho médio e oval em ambos os sexos. Crista e barbela são vermelho brilhante, lóbulos das orelhas são branco puro.

Cor: Bico tem tons de marfim; olhos são castanho-avermelhado, canelas e pés são azul-chumbo, do claro ao escuro. As cores padronizadas são: Preto (Black), Dourado (Golden), Dourado Duckwing (Golden Duckwing), Marrom Claro (Light Brown), Prata (Silver), Prata Duckwing (Silver Duckwing) e Branco (White)

Lugar de origem: Alemanha

Qualidades especiais: Pequena ave ornamental, com uma cauda extraordinariamente longa.


Pavão

Quem nunca viu um pavão e não ficou admirado com sua beleza? Esta ave habita nossas imaginações há mais de um milênio, como evidenciado na mitologia, na arte e na literatura antigaa (incluindo uma menção na Bíblia).
Na natureza, existem três espécies: o Indiano (Pavo cristatus), Verde (Pavo multicus) e Congo (Afropavo congensis). Há também mais de uma dezena de subespécies de Pavão (que são, na verdade, parte do clã faisão). O Indiano e o Verde são os mais vibrantes, e as duas espécies que capturaram fantasia do homem. O Congo é uma versão menor de pavão que não atrai os mesmos sentimentos como seus parentes, e nunca foi realmente domesticado.
O Indiano e o Verde são da Ásia. O Pavão Indiano é encontrado em partes da Índia (onde é reconhecida como a ave nacional), Paquistão, Sri Lanka e no Himalaia. O Pavão Verde é encontrado ao longo de uma ampla faixa do Sudeste Asiático, de Bangladesh e Birmânia até a Tailândia e a China.



Dados do Pavão


Peso: 2,7kg à 4,1kg

Cor: São reconhecidas 185 variedades de cor.

Lugar de origem: Asia

Qualidades especiais: Os mais lindos de pássaros, mantidos para fins ornamentais em parques, zoológicos, e em propriedades particulares.


Ganso do Egito

Gansos do Egito domésticos são descendentes diretos de gansos egípcios selvagens - aves que estão mais relacionadas com as sheldrakes (da família Tadorninae) do que a outros gansos (membros da família Anserinae).
Gansos egípcios selvagens vivem em grandes áreas da África e foram domesticados pela primeira vez pelos antigos egípcios e mantidos como animais de guarda. Seus ovos, que são mais redondos do que a maioria dos ovos de aves, tinham significado religioso; os egípcios associavam estes ovos com o deus sol Ra. Embora os gansos egípcios tenham sido perdidos quando os persas invadiram o Egito em 525 aC, tribos em outras partes da África mantiveram seus próprios rebanhos semi-domesticados.
Embora criadores mantenham Gansos do Egito hoje, eles ainda são aves semi-domesticadas, que devem ser criadas como determinados cuidados. Os Gansos do Egito são agressivos e temperamentais durante a época de reprodução. Casais criam laços fortes e são bons pais, mas eles podem atacar outras aves (mesmo de sua própria espécie) e destruir ovos dos ninhos de outras aves. Por causa disso, quando estão em fase de reprodução, eles devem ser mantidos separados dos outros gansos e patos. Eles também são excelentes voadores, então cortar as penas das asas é uma tarefa comum entre aqueles que os criam.
Apesar do desafio que esta raça apresenta, criadores que desejam manter apenas algumas aves desfrutam da sua aparência única, pois eles são os menores gansos domésticos e também os mais coloridos, com manchas avermelhadas ao redor dos olhos que mais parecem óculos, e reflexos avermelhados.



Dados do Ganso do Egito


Cor: O bico é roxo avermelhado, os olhos são de cor laranja; canelas e pés são amarelo avermelhado. Cabeça e pescoço são preto e cinza, com manchas marrom avermelhado ao redor dos olhos. As costas são cinza e preto com um tom avermelhado. O peito é marrom acinzentado com uma mancha marrom avermelhada que aparece uma área ensanguentada em torno de uma facada. A parte superior do corpo é cinza e preto; parte inferior do corpo é bege amarelado com linhas pretas pinceladas. As asas são branco e preto. A cauda é em preto brilhante.


  • Malaio
  • Shamo
  • Brahma
  • Fênix
  • Faisão Coleira
  • Pavão
  • Ganso do Egito
  • Galinha D'Angola
  • Polonesa
  • Aseel
  • Sedosa Japonesa
  • Yokohama